quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Nós não somos pornôs o bastante

Valentina Nappi

18 de maio de 2016

post-44854-Valentina Nappi

Estive na pornografia por quase 5 anos. Comecei em 2011 com Rocco Siffredi (enviei-lhe um e-mail pedindo para me filmar). Nesses anos, tive a oportunidade de conhecer e trabalhar com quase todos no negócio (Europa / EUA). Eu logo percebi que as pessoas pornôs não são tão pró-sexo quanto eu pensava. O próprio Rocco Siffredi anunciou em um programa de TV de sobrevivência que ele estava se aposentando como ator pornô porque considerou que isso estava em conflito com seu casamento (devido a isso eu decidi cortar minha amizade com ele).

A maioria dos artistas do hardcore têm uma relação decadente com o sexo, no sentido de que para ser interessante, ele tem que ser extremo e grotesco, e eles gostam de empurrar seus limites de dor e usar violência física como meio de dominação / submissão (não, eu não estou falando de cenas BDSM que mantêm a situação sob controle). Eu notei que muitos desses artistas no fim de suas carreiras mostram uma atitude anti-pornografia e tradicionalista em relação ao sexo.

Muitos artistas pornográficos têm uma relação conflituosa com o amor e tendem a ter relações exclusivas. Conheço muitos intérpretes que valorizam o ciúme de seus parceiros e mantêm algumas práticas sexuais para seu parceiro amoroso somente: as vezes interrompendo suas carreiras durante um caso de amor. Quando ambos os parceiros são artistas pornográficos, eles podem ficar desconfortáveis no mesmo estúdio.

No mercado pornográfico dos EUA, algumas garotas no início de suas carreiras colocam limites para o tipo de sexo para se realizar, até que seja o momento certo em "filmes bem pagos" para sua primeira performance sexual específica, geralmente nesta ordem:

  1. garota-garota
  2. garoto-garota
  3. interracial
  4. anal garoto-garota
  5. anal interracial

Estender concessões sexuais no tempo é uma técnica de "escassez econômica": simbolicamente, é como perder diferentes tipos de virgindade em vídeo, cada um dos quais tem uma contrapartida econômica específica para a artista.

Isso satisfaz desejos racistas e sexistas profundamente arraigados das pessoas. Não é por acaso que a sua primeira cena IR é sempre com um cara negro.

Um artista homem gay, por outro lado, não terá vantagem em estender as concessões sexuais: ninguém vai pagar-lhe mais quando ele filma com uma mulher pela primeira vez.

Como podemos, como pessoas pornôs, legitimar o que estamos fazendo se continuarmos sustentando os estereótipos sociais sobre o sexo?

Original em inglês: "We are not porno enough", Valentina Nappi, 18 de maio de 2016, https://valenappi.com/post/44854/we-are-not-porno-enough

Tradução: Abigail Pereira Aranha

Original text in English reproduced at Men of Worth Newspaper: "We are not porno enough", http://avezdasmulheres2.blogspot.com/2017/11/we-are-not-porno-enough.html.
Original text in English plus licentiousness pictures and videos at Periódico de Los Hombres de Valía: "We are not porno enough", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/11/we-are-not-porno-enough.html.
Traduzione in italiano senza immagini e video di dissolutezza in Men of Worth Newspaper: "Noi non siamo abbastanza porno", http://avezdasmulheres2.blogspot.com/2017/11/noi-non-siamo-abbastanza-porno.html.
Traduzione in italiano con immagini e video di dissolutezza in Periódico de Los Hombres de Valía: "Noi non siamo abbastanza porno", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/11/noi-non-siamo-abbastanza-porno.html.
Traduction vers le français sans photos et vidéos de libertinage au Men of Worth Newspaper: "Nous ne sommes pas assez porno", http://avezdasmulheres2.blogspot.com/2017/11/nous-ne-sommes-pas-assez-porno.html.
Traduction vers le français avec photos et vidéos de libertinage au Periódico de Los Hombres de Valía: "Nous ne sommes pas assez porno", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/11/nous-ne-sommes-pas-assez-porno.html.
Traducción al español sin fotos y videos de putaría en Men of Worth Newspaper: "Nosotros no somos lo suficientemente porno", https://avezdasmulheres2.blogspot.com/2017/11/nosotros-no-somos-lo-suficientemente.html.
Traducción al español con fotos y videos de putaría en Periódico de Los Hombres de Valía: "Nosotros no somos lo suficientemente porno", https://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/11/nosotros-no-somos-lo-suficientemente.html.
Tradução para o português sem fotos e vídeos de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "Nós não somos pornôs o bastante", http://avezdasmulheres.blogspot.com/2017/11/nos-nao-somos-pornos-o-bastante.html.
Tradução para o português com fotos e vídeos de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "Nós não somos pornôs o bastante", http://avezdoshomens.blogspot.com/2017/11/nos-nao-somos-pornos-o-bastante.html.
Seção de sexo, safadeza, putaria, mulher pelada, pornografia (do site da Valentina Nappi)
Section of sex, lust, licentiousness, naked woman, pornography (from Valentina Nappi's website)
Section de sexe, luxure, débauche, femmes nues, pornographie (sur le site de Valentina Nappi)
Sezione de sesso, libertinaggio, lussuria, donna nuda, pornografia (dal sito web di Valentina Nappi)
Sección de sexo, perrez, putaría, mujer desnuda, pornografía (del sitio web de Valentina Nappi)
Blowgang with my fans
Blowgang com meus fãs
Blowgang avec mes fans
Blowgang con mis fans
Blowgang con i miei fan

Shane Diesel and I
Shane Diesel e io
Shane Diesel et moi
Shane Diesel y yo
Shane Diesel e io

Valentina Nappi Deals in HarmonyVision.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página no Facebook